Alertas


1. Vermes nos Morangos


Recentemente verificações feitas no Brasil revelaram a existência de um novo tipo de infestação de vermes nos MORANGOS. Trata-se de tolaim de vários tipos e muito pequenos. Aconselhamos não usar morangos in natura (recomendamos a Marca Viverde com Hashgachá). Se a intenção é para usar os morangos esmagados ou triturados no liquidificados ou equipamento semelhante, é permitido após a limpeza dos mesmos.



2. Peixe Porquinho


Este peixe é revestido de escamas (ásperas), sendo então kosher. Entretanto, algumas peixarias vendem um peixe de couro liso com este mesmo nome. Já que não possui escamas, é um peixe proibido para nosso consumo. Portanto, não compre peixe porquinho sem averiguar a presença de escamas.



3. Tomates Cereja


Os TOMATES CEREJA precisam ser abertos antes de serem consumidos. Alguns leitores chegaram a encontrar vermes em até 10% destes tomates.



4. Tomates Maduros


Foram encontrados vermes em TOMATES MADUROS e cuja casca não apresentava sinais de contaminação. Portanto os tomates devem ser sempre abertos e verificados.



5. Castanhas de Caju e Pistaches


As CASTANHAS DE CAJU e PISTACHES devem ser partidos ao meio antes de serem consumidos para verificar-se a existência de vermes. Foram encontradas larvas no interior destas nozes. 



6. Alimento que Necessita de Supervisão


Qualquer ALIMENTO QUE NECESSITA DE SUPERVISÃO, pode-se comprar em supermercados (ou outros pontos de venda onde não haja supervisão confiável) exclusivamente em pacotes inviolavelmente lacrados, e com selo ou carimbo de supervisão confiável, impresso ou afixado ao pacote. Portanto, carne comprada no supermercado Santa Luzia, com etiqueta própria da mesma, e com os dizeres "carne Kosher Mehadrin" e sem qualquer selo ou carimbo de supervisão não é kosher e é  proibido para o consumo.



7. Carne Chalak e Chalak Beis Yossef


CARNE CHALAK E CHALAK BEIS YOSSEF são vendidas nos açougues Mehadrin (tanto na R. Prates quanto na Al.Barros). o consumidor que deseja comprar exclusivamente Chalak beis Yossef, deve especificar esta exigência no seu pedido na hora da compra no balcão ou na sua encomenda por telefone.



8. Vodka Rodnik


VODKA RODNIK, de origem Russa lista entre os seus ingredientes também o leite, portanto deve ser evitada..



9. Tolaim


Com a chegada do verão temos que redobrar os cuidados em relação ao surgimento de TOLAIM especialmente nos derivados de farinha. Sugerimos armazenar macarrão e todos os produtos farináceos na geladeira ou congelador.



10. Vick - Mel, Vick Guaifenesina e Vick 40E


Os xaropes VICK-MEL , VICK GUAIFENESINA e VICK 40E não devem ser consumidos pois possuem componentes proibidos



11. Arac


A bebida ARAC do fabricante Geoges Aubert, não deve ser consumida pois é destilada de vinho.



12. Geléia Real


De acordo com algumas autoridades rabínicas, geléia real, tanto in natura como diluída em mel, não  é permitida, por se derivada de um inseto (a abelha). A exceção dada na Halachá permitindo mel e própolis não se aplica à geléia real.



13. Tâmaras


Alertamos que TÂMARAS de Israel não devem ser consumidas sem uma Hashgachá confiável, garantindo que as proibições e obrigações de Terumá e Maaser etc que recaem em todas as frutas e vegetais cultivados em Eretz Ysroel foram devidamente respeitadas e cumpridas. 



14. Vegetais Sem Tolaim


VEGETAIS SEM TOLAIM Muitos judeus deixaram de comer hortaliças como folhas, brócolis e couve-flor. Segundo as leis da Torá, comer um “bichinho”, seja vivo ou morto, representa cometer 3 a 7 “lavim” – pecados. Dependendo da hortaliça, a verificação e remoção dos vermes e insetos é muito difícil, chegando mesmo a ser impossível em certos casos. Os tomates cereja, com grande aceitação nas mesas brasileiras, também estão freqüentemente infestados. 

Neste contexto, muitos judeus imaginam estar mantendo padrões de alimentação kosher apesar de comerem saladas em restaurantes comuns. Segundo os especialistas, é difícil alguém comer uma salada “comum” sem ingerir vermes!

A solução para o problema foi encontrada primeiramente em Israel, após anos de pesquisas e desenvolvimento de avançadas tecnologias de agronomia. No assentamento de Gush Katif, técnicos agrônomos de ponta criaram um método de cultivo de hortaliças em ambientes isolados e isentos de vermes.

Após acordos e contratação de peritos, foi criada uma empresa paulista com objetivos ideológicos, para oferecer hortaliças livres de vermes para os consumidores brasileiros. Recomendam apenas lavá-las e um olhar superficial para detectar qualquer corpo estranho que eventualmente se misturou após a entrega.Os produtos da Viverde (www.viverdektif.com.br) causaram uma maravilhosa surpresa à colônia judaica observante e ao público em geral que faz questão de consumir produtos com alto padrão de higiene e isentos de vermes.

Um lamentável engano do público leigo é consumir os famosos “produtos orgânicos”, imaginando que são mais higiênicos e com menos vermes. De fato, os produtos orgânicos, cultivados sem o uso de agrotóxicos, são as hortaliças mais infestadas do mercado!

Toda a produção e métodos de cultivo da Viverde estão sob a orientação do Rabino Moshê Vaie, de Jerusalém, o maior expert da atualidade neste assunto e sob a supervisão do Rabino Meir Avraham Iliovits.

O coordenador do projeto no Brasil, Sr. Daniel Grossman, participou de avançados cursos técnicos e judaicos em Israel para adquirir o know how e implantá-lo no Brasil com o mesmo padrão israelense. Para adaptar-se às exigências dos altos padrões israelenses, a Viverde montou um moderno laboratório para testes e verificação de vermes, garantindo o oferecimento de produtos de alto nível.

Nesta primeira fase da empresa, estão sendo oferecidos aos consumidores os seguintes produtos: alface crespa, couve-flor, brócolis e rúcula. Com isso, foi concretizado um grande passo inicial no sentido de preencher uma importante lacuna alimentar para aqueles que deixaram de consumir verduras, por motivos religiosos. 



15. Drops Lowçucar Sem Açúcar


Drops Lowçucar Sem Açúcar Todos Sabores (somente com símbolo BKA)  



16. Bebida se Soja Ades


Os produtos Bebida de Soja Ades Sabor Laranja, Bebida de Soja Ades Sabor Laranja Zero e Bebida de Soja Ades Sabor Laranja Nutri Kids não devem ser mais consumidos (Av 5772). 



17. Detergentes Minuano Liquido


Devem ser suspensos o uso da linha de detergentes Minuano Liquido, por motivos de alterações na fórmula. Não há necessidade de kasherizar louças já lavadas com este produto (Av 5772). 



18. AVISO LEITE DE COCO - Sivan 01 - 5776 - Junho de ‘16


Leite de Coco marcas Ducôco e
Socôco
, até agora liberados em nossas listagens, tiveram recentes mudanças
na sua formulação (aproveitando nova legislação da ANVISA), portanto a partir
da data 06 de Junho ‘16 não são mais
liberados
, mesmo portando símbolo BKA. Estoques existentes adquiridos antes
desta data podem ser consumidos.









A Marca Leite de Coco Copra continua liberada.